Loading...

Manta 2009

16 Jul 2009 a 17 Jul 2009

Centro Cultural Vila Flor
Guimarães

The Young Gods play Woodstock

O trio é um dos precursores na utilização do sampler como instrumento musical e tornou-se uma das bandas de rock industrial mais influentes da época. Devido às diversas mudanças de line-up, a sonoridade do grupo foi se modificando ao longo dos anos, passando a adicionar elementos de música eletrónica e ambiente. O nome do grupo foi inspirado pelo EP The Young God da banda de noise rock Swans. Treichler, líder e único membro constante em todas as formações dos Young Gods, atua como vocalista e principal compositor. Al Comet, nos teclados/samplers, e o baterista Bernard Trontin completam o trio atual.

Embora o grupo nunca tenha alcançado grande êxito comercial, o legado dos Young Gods na música contemporânea é indíscutível. Diversos artistas consagrados já evidenciaram sua admiração e reverência ao trio suíço. Dentre as várias bandas e músicos passíveis de citação, destacam-se os Chemical Brothers, Mike Patton, The Edge (U2), Maynard James Keenan (Tool), Napalm Death, Ministry, Apoptygma Berzerk e David Bowie.

Paralelamente têm desenvolvido outros projectos que mostram o ecletismo do grupo, tais como reescrever a banda sonora do filme/documentário "Woodstock" e tocá-la ao vivo. É este espectáculo, “The Young Gods play Woodstock”, que a banda traz até Guimarães. No ano em que se comemoram os 40 anos do mítico festival “Woodstock”, este concerto dos The Young Gods será, sem dúvida, uma oportunidade única de ver ao vivo uma das maiores bandas de culto.

Bishop Allen

Os Bishop Allen são uma banda de rock indie americana do Brooklyn, Nova York. Os membros principais da banda são Justin Rice e Christian Rudder, que são apoiados tanto no palco como no estúdio por um elenco rotativo de colaboradores musicais. A banda foi formada em 2003 e surgiu da amizade de Rice e Rudder em Cambridge, Massachusetts, onde os dois viveram juntos depois de frequentar a Universidade de Harvard.

Espera-se que o concerto se centre no recém saído Grrr..., sem deixar de revisitar as edições anteriores da banda, como The Broken String e Charm School.

Voltar